Festival de Jazz - 23h55

Hiperligações para esta mensagem





Salão Brasil

1 dia > 5 Euros

Sócios do JACC

1 dia > 3 Euros

Nota: Na compra de um bilhete oferta do último número da revista

É aqui que nos vamos juntar...

Hiperligações para esta mensagem
O Salão Brazil, antiga panificadora de Coimbra, um espaço com mais de cem anos, foi durante muito tempo uma sala de bilhar, ponto de convivio até aos anos 90. Mas sentia-se a necessidade de algo mais. Em Julho de 2004 surgiu um novo conceito para o Salão - restaurante, bar, convívio, espaço cultural. Uma sala com um pé direito de 5 metros, janelas amplas, com apenas uma mesa de bilhar. Espaço onde se pode estar, para alguns um refúgio entre acordes de jazz, blues, música!, sob a banda-sonora de um bom prato de vitela Maronesa.

Aconteceu em Abril

Hiperligações para esta mensagem
Dia 13 - 23h
Mindweep "Seguindo as linhas do rock alternativo, mindweep surge em 2004, transportando um som definido por uma ..explosão instrumental.. com guitarras frenéticas e enérgicos jogos rítmicos." Entrada - Gratuita

Dia 18 – 18h
das ist ein Pastiche? Poesia, tearo, performance inserido na Semana Cultural Entrada livre

Dia 21 – 22h
4º Aniversário do JACC (Jazz ao Centro Clube) Concerto de apresentação do disco de estreia da Orquestra de Jazz de Matosinhos. Saxofonista norte-americano Mark Turner é o solista convidado. Direcção: Carlos Azevedo e Pedro Guedes
Entrada 10€ . Desconto 50% sócios JACC

Dia 24 – 23h
Larkin Grimm




Dia 25 Abril
Um dia para não passar em branco. Por motivos óbvios não prestamos declarações... o código será dado na altura... dizia alguém: "OS CRAVOS EMPERRARAM AS ARMAS DA REVOLUÇÃO..." e os vampiros andam aí...



Dia 27 - 23h
Levi "The Adventures Of"




é um disco eminentemente Pop. É, frontalmente, um compêndio de canções crepusculares. Falemos nós da aurora, do dilúculo dos dias, ou do pôr-do-sol, portada arregaçada para a noite das estrelas e do sono, do frio e da solidão, da beleza calada rasgada pelo tilintar dos copos do espumante da areia. É que este será o trabalho da vénia do público ao artista – e a potência existe –, ou hibernará o compositor e a fantasia no mais tenro Inverno – admite-o o próprio.


..